ESPECIALIDADES

A consulta ginecológica vai muito além de coletar exames “chatos e desagradáveis”.

A consulta anual ginecológica é sobre auto cuidado, é sobre ter informações necessárias para definir, em conjunto com sua médica, o que é o melhor para você.

É um tempo reservado para você, mulher, e para sua saúde global em todas as fases de sua vida. a consulta tem duração de 40 minutos a até uma hora de muita troca, vínculo, conversas sérias e outras nem tanto. é um momento reservado para expandir seu conhecimento nos assuntos ginecológicos e também se auto conhecer.

Qual melhor método contraceptivo para você, quando engravidar, planejar seu futuro reprodutivo, investigar a infertilidade, predizer a sua reserva ovariana. se conhecer como mulher, e se cuidar.

E com qual frequência ir ao ginecologista?

O ideal é pelo menos uma vez ao ano. e também sempre que houver alguma queixa específica.

Quando ir pela primeira vez ao ginecologista?

Após a primeira menstruação é um ótimo momento.

Quais exames fazem parte da rotina ginecológica?

E a resposta é: depende.
ginecologista avalia o útero, trompas, ovários, mamas e vagina. existem inúmeras doenças e disfunções diagnosticadas (síndrome dos ovários policísticos, sangramentos uterinos anormais, disfunções hormonais, endometriose, infertilidade...)

Em via de regra, o ideal é coletar o papanicolau 1x ao ano após o início da vida sexual. exame extremamente importante para o rastreio de lesões precursoras do câncer do colo do útero. a mamografia (exame padrão ouro para rastreio do câncer de mama), pela sbm (sociedade brasileira de mastologia) deve ser feita a partir dos 40 anos. e se houver histórico familiar positivo, a paciente deve iniciar seu exame de rastreio 10 anos antes.

O ultrasom transvaginal também é solicitado com frequência para avaliar ovários e patologias uterinas. existem outros exames solicitados conforme a clínica e a queixa e a história familiar da paciente. medicina não é matemática, cada atendimento tem de ser individualizado, com os exames, a mesma coisa.

CONTRACEPÇÃO

Qual o melhor método contraceptivo para você?

Além dos contraceptivos orais, hoje em dia, existem inúmeras outras opções (adesivo, anel vaginal, injetáveis mensais e trimestrais, implante, diu, siu) no mercado para previnir uma gestação não planejada.
DIU E SIU

Dispositivos intra-uterinos hormonais (siu) e não hormonais (diu) são ótimos contraceptivos de longa duração. podem ser inseridos em consultório médico, mas também podem ser inseridos sob sedação.

Qual o melhor ?

Depende. É necessária uma conversa detalhada e exames de imagem e laboratorias para saber qual a melhor opção para você.

Fale comigo :)

Dúvidas ou sugetões? Preencha o formulário abaixo e
entraremos em contato com você o mais breve possível

Site Seguro